Após epidemias, 15 cidades das regiões de Campinas e Piracicaba zeram casos de dengue em 2018

Faixa no Cemitério de Monte Mor alerta para riscos do Aedes (Foto: Reprodução/EPTV)

 

Em Monte Mor, onde teve 1,4 mil registros em 2015, nenhum paciente contraiu a doença. Por outro lado, Santo Antônio de Posse tem dados alarmantes.

 

 

Após registrar epidemias em anos anteriores, pelo menos 16 cidades das regiões de Campinas (SP) e Piracicaba (SP) “zeraram” nos casos de dengue em 2018. Por outro lado, Santo Antônio de Posse tem situação alarmante, com 870 registros e três mortes, além de Campinas, que, apesar de não viver o surto de 2014 e 2015, já teve 258 ocorrências, número duas vezes maior que o ano passado. Veja abaixo a lista dos municípios sem pacientes com a doença.

 

Em Monte Mor (SP), que teve 1,4 mil casos de dengue em 2015, a faixa de conscientização contra o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença, além do vírus da zika e da chikungunya, alerta os visitantes do cemitério durante o feriado de Finados sobre os perigos de contaminação. “Temos que eliminar os vasos com água para continuar assim, zerado de casos”, disse uma visitante nesta sexta-feira (2).

 

No caso de Mombuca (SP), além de não ter casos, não houve nem registros suspeitos. A Prefeitura informou que faz campanhas de limpezas de terrenos e conta com a ajuda da população para retirar os recipientes com água parada e entulhos.

 

“Eu estou sempre de olho na limpeza dos terrenos. Não podemos deixar nada com água, tem que limpar os vasos, não pode deixar saquinho jogado, tem que ficar atento”, disse a dona de casa célia da cruz”, afirmou.

 

Cidades da região sem casos de dengue em 2018

  • Águas de São Pedro
  • Águas de Lindóia
  • Capivari
  • Elias Fausto
  • Estiva Gerbi
  • Ipeúna
  • Lindóia
  • Mombuca
  • Monte Mor
  • Pedra Bela
  • Pinhalzinho
  • Rafard
  • Rio das Pedras
  • Saltinho
  • Serra Negra

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: