Homem é preso suspeito de cometer homicídio em disputa por terreno, em Manaus

 Foto: Indiara Bessa

 

Um homem de 20 anos foi preso na madrugada desta quinta-feira (17) suspeito de assassinar um jovem de 21 anos em dezembro de 2018 no bairro São Jorge, na Zona Oeste de Manaus. De acordo com a polícia, o crime foi motivado por conta de uma disputa por um terreno entre o pai do suspeito e a mãe da vítima. Walcicley de Souza Fernandes confessou o crime e é investigado pela participação em outros assassinatos na capital.

 

De acordo com a Polícia Civil, o crime pelo qual Fernandes é suspeito aconteceu na manhã do dia 6 de dezembro do ano passado. Na ocasião, ele e um comparsa estavam em uma motocicleta quando abordaram a vítima na rua Humberto de Campos e efetuaram os disparos.

 

Segundo o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Fernandes confessou o crime e disse que o seu pai estava sendo ameaçado pela vítima.

 

“O pai do Walcicley e a mãe da vítima estavam em uma discussão em virtude de um pedaço de terreno lá no bairro São Jorge. Como eles estavam em atrito, a vítima tomou as dores da mãe e o Walcicley tomou as dores do pai. Em função disso eles brigaram, o Walcicley foi atrás do rapaz em uma motocicleta e acabou desferindo vários tiros”, afirmou o delegado.

 

O suspeito foi preso na madrugada desta quinta-feira no bairro Presidente Vargas, na Zona Sul da capital. Segundo o delegado, Fernandes foi abordado pela Polícia Militar com uma pistola contendo 15 munições. Ele tentou fugir e foi atingido com um tiro de raspão na perna e foi preso em flagrante.

 

Pela manhã, a DEHS o identificou como suspeito do homicídio e ele foi encaminhado à sede da delegacia, onde confessou o crime. Martins também afirma que ele membro de uma facção criminosa e está sendo investigado pela participação em outros assassinatos.

 

Fernandes tem passagem pela polícia pelos crimes de tráfico de drogas e receptação de veículos. Durante coletiva de imprensa na sede da delegacia, o suspeito confessou o envolvimento na morte do jovem no bairro São Jorge.

 

“Ele tava ameaçando o meu pai. Peço desculpas, perdão [à família], mas ele tava ameaçando meu pai”, disse.

 

Fernandes foi indiciado por homicídio qualificado. Por conta da autuação em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, ele foi conduzido a uma audiência de custódia. Após os procedimentos legais, o suspeito vai ser levado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). Fonte: G1

 

Leia também: Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: