Homem morto atropelado por ônibus sem motorista em Campinas havia inaugurado trailer um dia antes, dizem testemunhas

Por Redação em 27/11/2021 às 21:58:55
Coletivo desceu avenida desgovernado e deixou outras três pessoas feridas. Carros e trailers foram atingidos no percurso de cerca de 500 metros. Ônibus desgovernado atropela e mata um homem em Campinas; carros também foram atingidos

O homem morto no acidente em que um ônibus desgovernado e sem motorista desceu uma avenida no bairro Santa Cruz, em Campinas (SP), havia inaugurado o trailer de alimentação no dia anterior, segundo testemunhas ouvidas pela reportagem da EPTV, afiliada da TV Globo.

O homem foi identificado como Luciano da Silva Bastos, de 43 anos. Outras três pessoas ficaram feridas, entre elas um adolescente de 15 anos.

O coletivo do transporte público fazia a linha 413, que liga o Jardim São José ao Corredor Central, e estava no ponto final, na Avenida Maria Clara Machado quando ocorreu o acidente.

O motorista saiu do ônibus para arrumar a porta, que estava danificada, quando o veículo desceu. Havia quatro passageiros embarcados, e eles se seguraram durante o impacto.

Bastos estava próximo do trailer de lanches quando foi atingido e arrastado por cerca de 200 metros. Ele morreu no local.

Luciano da Silva Bastos, de 43 anos, morreu após ser atropelado por ônibus sem motorista em Campinas

Reprodução/EPTV

Outro trailer foi atingido, além de nove carros e uma moto. Um dos carros ficou prensado entre o coletivo e um depósito de bebidas. Só então o ônibus parou.

Dono do depósito, Luiz Davi mora com a família no segundo andar do mesmo imóvel. "A gente estava na sala, eu e minha família, e na hora o barulho foi horrível. Pensei que ia cair até o prédio. O ônibus empurrou o carro dentro da minha casa".

O gerente do estabelecimento, Jeferson de Souza Lopes, saiu minutos antes do ônibus descer. "Pouco antes, o rapaz de lá de cima, o Matheus, me chamou para vir para fora. Quando eu vim, o busão já estava descendo e já tinha pegado o trailer, pegou o carro do rapaz, pegou uma moto (...) e a gente por pouco não foi atingido também".

Relato de passageiro

Quatro passageiros estava no coletivo. Um deles, Fábio Henrique dos Santos Guerino, acredita que o motorista puxou o freio de mão antes de descer do ônibus.

"Eu subi no ponto final, na hora que o busão parou, ele parou com um problema na porta e o motorista tentou resolver. Na hora que ele desceu do ônibus, o ônibus começou a descer", disse o passageiro.

"Não tinha o que fazer, era um busão. Como ia parar? A gente só se segurou e esperou o impacto", explicou.

Investigação da Polícia Civil

Em depoimento à Polícia Civil, o motorista afirmou que saiu do coletivo para consertar uma porta que estava danificada quando o veículo desceu a avenida. Ele não soube explicar porque o ônibus transitou desgovernado.

Ônibus parou após prensar carro contra empório; acidente aconteceu em Campinas

Pedro Torres/EPTV

Motorista agredido e outras vítimas

A Polícia Militar informou que o motorista chegou a ser agredido e teve algumas lesões.

As três pessoas feridas foram encaminhadas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São José, informou o Corpo de Bombeiros. Duas tiveram alta e a produção da EPTV, afiliada da TV Globo, não conseguiu confirmar o estado de saúde da terceira, que é um adolescente de 15 anos.

Além do Corpo de Bombeiros, equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Polícia Militar (PM) atenderam a ocorrência. A perícia também foi acionada ao local.

Acidente com ônibus do transporte público deixa uma pessoa morta em Campinas

Pedro Torres/EPTV

VÍDEOS: tudo sobre Campinas e Região

Veja mais notícias da região no g1 Campinas
Comunicar erro

Comentários