TV NEWS

Morre o ex-diretor da Unica Antonio de Padua Rodrigues, liderança do setor de cana-de-açúcar e etanol

.

Por Redação em 10/02/2024 às 16:38:47
Em quase 50 anos de trajetória, ele participou da implementação do Proálcool, nos anos 1970, e ajudou no desenvolvimento das políticas voltadas para o segmento. Velório está marcado para este domingo (11). Antonio de Padua Rodrigues, integrante da Unica

Divulgação/ Unica

A União da Indústria de Cana-de-Açúcar e Bioenergia (Unica) confirmou neste sábado (10) a morte do ex-diretor Antonio de Padua Rodrigues, de 71 anos, considerado uma das principais lideranças do setor sucroenergético do país. O dirigente estava em tratamento contra um câncer, confirmou a entidade.

"Com imensa tristeza, a Unica, representando seus associados e colaboradores, presta toda solidariedade e o sentimento de pêsames à família", comunicou a entidade.

O velório foi marcado para domingo (11), das 9h às 13h, no Memorial Metropolitano de Piracicaba (SP), cidade natal e onde ele residia. O enterro está marcado para as 13h no Cemitério Parque da Ressurreição.

Liderança do setor sucroenergético

Antonio de Padua Rodrigues era membro da Unica, uma das mais importantes da cadeia ligada à produção de cana e etanol, desde 1990, e foi diretor técnico da entidade entre 2003 e 2022. Em 2012, ele chegou a ser presidente interino.

Em quase 50 anos de trajetória profissional, o dirigente foi atuante em diferentes momentos do desenvolvimento do setor sucroenergético.

Antônio de Pádua, diretor da Unica, em Ribeirão Preto

Reprodução/EPTV

Nos anos 1970, ainda como integrante do extinto Instituto do Açúcar e Álcool, atuou no Programa Nacional de Melhoramento da Cana-de-Açúcar e participou da implementação do Proálcool, iniciativa do governo brasileiro para intensificar a produção de álcool para substituir a gasolina em meio à crise mundial do petróleo.

Na década de 1990, já quando atuava pela Unica, teve importante atuação pela aprovação da lei que implementou a mistura de 22% de etanol anidro na gasolina. Durante sua carreira, Rodrigues também fez parte do Conselho Superior do Agronegócio (Cosag), da Fiesp.

"Como uma das lideranças mais relevantes, Antonio de Padua Rodrigues ficará marcado na história como um dos responsáveis pelo desenvolvimento do setor sucroenergético brasileiro. Para seus companheiros de trabalho, Padua será sempre lembrado por seu sorriso fácil, sabedoria e humanidade", informou a Unica, em nota.

Nas redes sociais, outras entidades ligadas ao setor sucroenergético e ao agronegócio, como Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis (Ceise Br) e a União Nacional da Bioenergia (Udop), lamentaram a morte do ex-diretor da Unica.

"Perdemos hoje um grande ícone do setor, a quem devemos muito do atual estágio de desenvolvimento de nosso setor sucroenergético", lamentou, em nota, o presidente da Udop, Hugo Cagno Filho.

Veja mais notícias sobre o agro no interior de São Paulo

VÍDEOS: Tudo sobre Ribeirão Preto, Franca e região
Comunicar erro
SPJ JORNAL 2

Comentários