TV NEWS

Adolescente matou menino e feriu outras duas crianças para vingar morte de bebĂȘ em ItamaracĂĄ, diz PM

Jovem de 17 anos confessou ter praticado o crime, segundo a Polícia Militar.

Por Redação em 27/02/2024 às 14:59:37
Foto: Reprodução internet

Foto: Reprodução internet

Jovem de 17 anos confessou ter praticado o crime, segundo a Polícia Militar. Comandante do Batalhão de Polícia da Rádio Patrulha diz que adolescente 17 anos confessou o crime.

O adolescente que confessou ter matado um menino de 10 anos e atirado em outras duas crianças em Itamaracá, no Grande Recife, queria vingar a morte de um bebê de 9 meses assassinado na mesma cidade. Isso é o que disse, nesta terça-feira (27), a Polícia Militar (PM), que fez uma coletiva de imprensa para anunciar a apreensão do jovem (veja vídeo acima).

? Clique aqui para seguir o canal do g1 PE no WhatsApp.

De acordo com o major Davidson Michel, comandante do Batalhão de Polícia da Rádio Patrulha (BPRp), o adolescente, que tem 17 anos, confessou a autoria e motivação do crime.

Ele foi apreendido na Rua da Biquinha, que fica no bairro do Pilar, na segunda-feira (26), junto com um homem de idade não divulgada. A via é a mesma em que o menino Jackson Kovalick Dantas da Silva e os irmãos dele foram baleados.

"Ele foi motivado única e exclusivamente pelo sentimento de vingança. A ideia deste grupo era ferir, na mesma proporção, familiares ligados às pessoas da primeira ação [a morte do bebê]. Eles resolveram responder na mesma moeda, infelizmente", disse o comandante.

Jackson Kovalick, de 10 anos, foi morto enquanto dormia, na quinta-feira (22). Ele e os irmãos foram baleados dentro de casa. Já o bebê Gael Lourenço França do Carmo foi baleado seis dias antes, no dia 17, após um grupo armado invadir a casa onde ele morava. Os criminosos também feriram mãe e avó do bebê.

O policial também informou que, embora o adolescente tenha confessado atirar contra o menino e as outras duas crianças que ficaram feridas na mesma ocasião, outras três pessoas também participaram do crime.

O homem apreendido junto com o adolescente foi indiciado por posse ilegal de arma de fogo, corrupção de menores e receptação culposa, por conta de um celular com queixa de roubo que foi encontrado com ele.

"O adulto, a informação inicial que a gente tem, é que ele era proprietário da arma de fogo que foi apreendida ontem, um revólver calibre .38. Também temos informações concretas que ele emprestava essa arma para o menor realizar toda sorte de ação delitiva na ilha", disse o major Michel.

Mortes em Itamaracá

Criança é morta a tiros e outras duas são baleadas dentro de casa

A morte do menino de 10 anos aconteceu na madrugada da quinta (22). De acordo com a mãe das crianças, ela e quatro filhos estavam dormindo, quando homens desconhecidos arrombaram a porta e atiraram, da calçada, contra a família, que mora na comunidade há três meses (veja vídeo acima).

Jackson foi levado para o Hospital Miguel Arraes, em Paulista, mas morreu durante o atendimento médico. Os outros dois meninos foram levados para o Hospital da Restauração (HR), no Derby, área central do Recife.

De acordo com o HR, o menino de 7 anos teve alta na sexta-feira (23) e o de 12 anos continua internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) pediátrica, acompanhado por uma equipe multidisciplinar e com o quadro de saúde considerado estável.

Seis dias antes, em 17 de fevereiro, o bebê Gael Lourenço França do Carmo, de 9 meses, foi assassinado dentro de casa após criminosos invadirem a casa da família, na mesma comunidade.

A mãe e a avó dele, de 22 e de 35 anos, também foram baleadas dentro da residência. O caso também é investigado pela Polícia Civil.

VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias
Comunicar erro
SPJ JORNAL 2