Mãe se revolta após ter "Herbie de brinquedo" da filha guinchado em rua no litoral de SC; vídeo

Por Redação em 05/01/2022 às 12:21:17

A mãe da menina, Simone França, que é dona de uma loja de carros seminovos na cidade da Grande Curitiba, lamentou a situação durante entrevista à Banda B, nesta quarta-feira (5). Segundo ela, na rua em Itapoá onde o carrinho de brinquedo foi apreendido, aconteciam vários outros problemas de trânsito que foram ignorados pela polícia local.

Eles estavam parando um "carrinho" daqueles, sendo que tinha gente passando bêbada, carros rebaixados, triciclos passando correndo, sabe… e eles não fizeram nada. Foram mexer com um carrinho, dizendo que era uma criança que estava o conduzindo, mas não. […] Ela estava no cantinho e o pai estava no freio, acelerando; os dois com as mãos no volante. Em nenhum momento ela estava dirigindo na principal, sozinha […]. O policial foi muito grosso, mal-educado. A população olhava e ficava revoltada.

Simone França fala à Banda B, nesta quarta-feira (5).

A mãe da menina afirma que, em nenhum momento, recebeu alguma orientação ao fato do carrinho de brinquedo estar andando na rua. O PM que fez a abordagem, de acordo com Simone, só se referiu à nota fiscal do produto.

“Eu perguntei para ele como fazia para retirar o carrinho”, disse a mãe sobre o fato do brinquedo estar sendo guinchado. “Até então, o carrinho tinha um adesivo simulando a placa. O policial foi puxar no sistema o adesivo […]. Então, ele falou do IPVA e do licenciamento do carro. Eu falei que não porque como o faria se o carro não tem chassi. Foi quando minha filha começou a gritar porque o policial disse que nunca mais iria tirar o carrinho do pátio. Na delegacia, o capitão disse para eu pegar um advogado e uma liberação junto ao juiz, mas, até agora, tudo está parado”, revelou.

Como o pai da menina também estava no brinquedo, que foi considerado um veículo pela PM local, de acordo com a mãe, o marido também perdeu a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Simone fez mais uma reflexão sobre a forma que a PM lidou com a situação.

“Ninguém sabia que poderia andar naquela rua que vai à praia. Foi quando nós estávamos andando, a polícia veio e mandou parar. […] Nesse momento, o policial já veio chamando o guincho. Eu falei para ele (PM) que nós estávamos comboiando, o brinquedo possui nota fiscal, ela [filha de sete anos] anda sempre porque é o brinquedo dela. O policial nem quis saber e disse que eu estava botando em risco a vida da minha filha, mesmo ela não estando sozinha”, finalizou.

Polícia Militar de Santa Catarina

A Polícia Militar de Santa Catarina (SC) foi procurada para falar sobre o caso do carrinho apreendidem Itapoá à Banda B e, até o fechamento desta matéria, não houve retorno.

Apreensão do carrinho de brinquedo em Itapoá

Veja abaixo o momento em que "Herbie de brinquedo" é apreendido pela polícia local.

Tags:   Policiais
Comunicar erro

Comentários