TV NEWS

Arrigo Barnabé é investigado em "O homem crocodilo", documentário que estreia em junho em festival paulistano

.

Por Redação em 14/05/2024 às 00:27:01
? Nome fundamental da Vanguarda Paulista, movimento musical que irrompeu no alvorecer da década de 1980, Arrigo Barnabé é tema do documentário O homem crocodilo.

Programado para estrear em 17 de junho em São Paulo (SP), dentro da programação da 16ª edição do In-Edit Brasil – Festival Internacional do Documentário Musical, o filme O homem crocodilo tem direção, roteiro e montagem de Rodrigo Grota.

Ao longo de 84 minutos, o documentário propõe uma investigação sobre a arte e o universo particular de Arrigo Barnabé, cantor, compositor e instrumentista paranaense nascido em Londrina (PR) em 14 de setembro de 1951.

O título O homem crocodilo alude ao antológico primeiro álbum de Arrigo, Clara Crocodilo, disco que causou impacto na cena nacional – em especial na cena alternativa paulistana – ao ser lançado em 1980 com som pautado pelo atonalismo e pelo serialismo dodecafônico em narrativa que incorporava elementos do rock, do canto falado e da estética dos quadrinhos.

O álbum Clara Crocodilo foi o resultado de cinco anos de estudo na Escola de Comunicações e Artes (ECA), frequentada por Arrigo de 1974 a 1979, na Universidade de São Paulo (USP).

Sexto longa-metragem realizado pela Kinopus, produtora de Londrina (PR), O homem crocodilo é documentário experimental, idealizado para abordar a arte de Arrigo Barnabé em sintonia com a estética do artista.

Cartaz do filme 'O homem crocodilo', do diretor Rodrigo Grota

Reprodução
Comunicar erro
SPJ JORNAL 2