TV NEWS

Justiça condena dono de boate que se vangloriava de crimes e postava fotos com cadĂĄveres por organização criminosa e trĂĄfico de drogas em MT

.

Por Redação em 15/05/2024 às 07:50:52
Além de José Elggy, cinco pessoas foram acusadas de participação nos crimes, mas quatro foram absolvidos e outro foi condenado. Condenado por participação em facção criminosa posou com cadáveres e ossada

Polícia Civil/Divulgação

A Justiça condenou o dono de uma borracharia e de uma boate, José Elggy Alves Silva, de 37 anos, por serem integrantes de uma facção criminosa e envolvimento em tráfico de drogas e outros 5 integrantes da organização no município de Campo Novo do Parecis , a 397 km de Cuiabá. A decisão dessa segunda-feira (13) é do juiz João Filho de Almeida Portela.

Em 2018 quando ele foi preso pela polícia do município, José confessou os crimes e não demonstrou arrependimento, onde informou ainda que as vítimas imploravam pela vida antes de serem mortas.

? Clique aqui para seguir o canal do g1 MT no WhatsApp

Além de José, cinco pessoas foram acusadas de participação nos crimes, mas quatro foram absolvidos e outro foi condenado.

José foi condenado a seis anos e seis meses de reclusão em regime inicial aberto e 730 dias de multa no valor cerca de R$ 423,60, o que significa 30% do salário mínimo de 2024.

Segundo a decisão da Justiça, Lorenilson Aparecido Rodrigues, outro condenado no processo e praticava crimes, como tráfico, roubo e furto, o mesmo também era 'taxista' dos companheiros e, até, fornecia dados bancários de terceiros para depósito de dinheiro resultados dos golpes.

A polícia apontou por meio de provas que José Elggy funcionava como "disciplina geral", ou seja, responsável pela aplicação de penalidades dentro da organização criminosa, em Campo Novo do Parecis. Lorenilson atuava entrando em contato com os participantes e outros 4 acusados tinham atuação com foco principal dominar o tráfico de drogas na cidade.

O g1 não conseguiu localizar a defesa do José Elggy até a última atualização desta reportagem.

? Clique aqui para seguir o canal do g1 MT no WhatsApp
Comunicar erro
SPJ JORNAL 2