TV NEWS

12Âș FliaraxĂĄ anuncia Oficina de Graffiti com Matheus Black

.

Por Redação em 11/06/2024 às 10:45:47
Percurso conta com três aulas, sendo duas teóricas e uma prática. Ao final, um painel com o tema do Festival, Memória, Literatura e Diversidade, será realizado pelos participantes Integrando a programação de sua décima segunda edição, o Festival Literário Internacional de Araxá – Fliaraxá – apresenta uma oficina voltada para o universo do graffiti. A ser ministrada pelo afro empreendedor, artista plástico, arte educador e grafiteiro com mais de seis anos de atuação, Matheus Black, a oficina é composta por duas aulas teóricas e uma prática (cada uma tendo 4 horas de duração, totalizando 12 horas de oficina). Ao final do projeto, será realizado um mural em graffiti com o tema do 12Âș Festival Literário Internacional de Araxá: Memória, Literatura e Diversidade.

As aulas teóricas serão realizadas às 14h do dia 22 de junho, sábado, e às 11h do dia 23, domingo. Seguindo a última aula teórica, será realizada a aula prática, na qual o mural será desenvolvido, na Rua da Economia Criativa: uma área dentro da estrutura montada para o evento com cinco espaços destinados a empreendedores negros da cidade.

Matheus Black, instrutor da oficina de Graffiti, é afroempreendedor, artista plástico, arte educador e grafiteiro

Gabriel Sirbag

Contando com spots voltados para gastronomia, artesanato, tranças e uma enorme diversidade cultural, a Rua da Economia Criativa envolverá mais de 50 empreendedores empenhados em mostrar o seu trabalho dentro do festival. Conheça, a seguir, os espaços:

Feira Semente Criativa: Mais de 40 artesãos que produzem tapetes, velas aromáticas, incensos, vários tipos de crochês;

Raiz de Mandume: Itens em argila, como incensários, vasos e peças decorativas produzidos artesanalmente, bem como artes em quadros, posters e artesanatos no geral;

Trançar é Arte: Tranças nagô feitas em tempo real por trancistas locais durante toda a realização do 12Âș Fliaraxá;

Quintal O Samba é Nosso: Espaço de resistência do samba em Araxá, responsável por levar a gastronomia mineira para dentro do Festival por meio da vendagem de quitandas e doces, patrimônio cultural da cidade mineira;

Flash Tattoo: A tatuagem no estilo street traz a ideia de que a pele também pode ser uma tela para a expressão artística. Essa manifestação resiste dos subúrbios por ser vista como informal e antiprofissional, e enfrenta uma série de preconceitos trazidos por sua origem. A cidade de Araxá conta com tatuadores periféricos certificados e que ainda lutam pelo reconhecimento e pela ocupação desse espaço na arte.

Profissionais realizam tranças em participantes do 11Âș Fliaraxá, em 2023

Drigo Diniz

A Oficina de Graffiti é voltada para todos os públicos. É necessário reservar ingresso para participar - o link de inscrição, bem como mais informações, podem ser encontrados no site do 12Âș Fliaraxá.

Sobre o Fliaraxá

A CBMM apresenta, há 12 anos, o Festival Literário Internacional de Araxá, que tem o patrocínio do Itaú e Bem Brasil, via Lei Rouanet do Ministério da Cultura. Participam, na qualidade de apoio cultural, a Prefeitura de Araxá, a Fundação Cultural Calmon Barreto, a TV Integração, a Embaixada Francesa no Brasil, o Institut Français e a Academia Araxaense de Letras. Todas as atividades do Festival são gratuitas, com a curadoria nacional de Afonso Borges, Tom Farias, Sérgio Abranches e curadoria local de Rafael Nolli, Luiz Humberto França e Carlos Vinícius Santos da Silva.
Comunicar erro
SPJ JORNAL 2