TV NEWS

VÍDEO: Israel faz ataque aéreo surpresa e mata comandante de divisão de elite do Hamas

.

Por Redação em 20/06/2024 às 18:31:37
Ahmed Hassan Salame Alsauarka era sniper e comandante das Forças Nukhba e participou do ataque terrorista de 7 de Outubro de 2023 em Israel, segundo o Exército israelense. Exército de Israel mostra momento em que mata comandante de divisão de elite do Hamas

O Exército de Israel divulgou nesta quinta-feira (20) imagens do momento em que matou um comandante da divisão de elite do grupo terrorista Hamas em Neit Hanoun, no norte da Faixa de Gaza.

? Clique aqui para seguir o canal de notícias internacionais do g1 no WhatsApp

Nas imagens, Ahmed Hassan Salame Alsauarka está andando no topo de um prédio quando é alvejado por um explosivo israelense disparado por uma aeronave da Força Aérea israelense (veja no vídeo acima). Segundo as Forças de Defesa de Israel (FDI), o ataque foi preciso e direcionado e nenhum civil ficou ferido.

Ahmed Hassan Salame Alsauarka era um sniper e comandante de esquadrão nas Forças Nukhba, divisão de elite do Hamas, e participou dos ataques terroristas de 7 de outubro de 2023 em Israel, que iniciou a guerra entre os israelenses e o grupo palestino em Gaza. As informações são de comunicado da FDI, que não informa quando ocorreu a morte do terrorista.

Exército de Israel mostra momento em que mata comandante de divisão de elite do Hamas.

Reprodução/Forças de Defesa de Israel

Segundo a FDI, Alsauarka foi localizado com base em informações das próprias Forças de Defesa e do Serviço de Segurança Interna de Israel (ISA). O terrorista também liderou e dirigiu atividades de atiradores de elite do Hamas na área de Beit Hanoun e participou dos ataques do Hamas contra tropas israelenses.

A guerra entre Israel e Hamas teve início nos ataques terroristas de 7 de outubro de 2023, quando o grupo terrorista invadiu o país, matou cerca de 1.200 israelenses e sequestrou por volta de 250 pessoas.

Desde então, Israel realiza uma ofensiva militar na Faixa de Gaza que já deixou 37 mil mortos, incluindo 15 mil crianças, segundo o Ministério da Saúde de Gaza, controlado pelo Hamas.

LEIA TAMBÉM:

Além da tragédia humana, conflito em Gaza provoca catástrofe ambiental sem precedentes, diz ONU

SANDRA COHEN: Israel teve conhecimento do plano do Hamas três semanas antes do massacre, revela documento

ENTENDA: Por que 'pausa' militar em Gaza gerou divisões em Israel
Comunicar erro
SPJ JORNAL 2