TV NEWS

Criança denuncia padrasto por estupro após entender abusos em aula sobre educação sexual, em Ponta Grossa

.

Por Redação em 09/07/2024 às 15:31:53
Foto: G1 - Globo

Foto: G1 - Globo

Abusos aconteciam desde 2023, porém, menina só entendeu que ações do padrasto não eram apenas carinhos após abordagem em sala de aula sobre sexualidade. Homem de 45 anos foi preso. Veja como denunciar crimes de abuso contra crianças e adolescentes. Criança denuncia padrasto por estupro após entender abusos em aula sobre educação sexual, em Ponta Grossa

Reprodução/RPC

Uma menina de 10 anos denunciou o próprio padrasto, de 45 anos, por estupro, depois que assistiu uma aula obre educação sexual, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, segundo a Polícia Civil.

? Siga o canal do g1 PR no WhatsApp

? Siga o canal do g1 PR no Telegram

Os abusos aconteciam desde 2023, porém, a criança só entendeu que as ações do padrasto não eram apenas carinhos após uma abordagem em sala de aula sobre sexualidade, em junho de 2024, conforme a delegada Ana Paula Cunha, do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria).

Com isso, a criança relatou à mãe o que estava acontecendo, e ela denunciou o homem para a polícia.

"Em razão da vítima desconhecer até então que esses carinhos não se tratavam de carinho e sim de crime, o investigado teve acesso integral ao corpo da criança, porque o desconhecimento dela garantia, inclusive, o próprio silêncio com relação a esses fatos", afirma a delegada.

As investigações apontaram que o suspeito se aproveitava dos momentos em que a mãe da menina não estava em casa para cometer o crime, segundo a polícia.

LEIA TAMBÉM:

Violência: Vítima de abuso sexual pede socorro por meio de aplicativo de entrega de comida

Vídeo: De Naruto a aliens, releituras da Mona Lisa feitas por alunos do Paraná viralizam na web

Previsão do tempo: Chuvas e ventos mantêm sensação de frio no Paraná; veja quando volta a esquentar

Homem foi preso

Polícia prende padrasto suspeito de estupro contra enteada em Ponta Grossa

Após tomar conhecimento do caso, a polícia divulgou uma foto do suspeito e expediu um mandado de prisão preventiva contra o homem.

Na segunda-feira (8), ele se apresentou à polícia, junto com um advogado, e foi preso. Segundo a delegada Ana Paula Cunha, ele foi interrogado, mas optou por permanecer em silêncio.

Importância de conversar sobre o assunto com as crianças

A delegada reforçou a importância de falar sobre abuso sexual com as crianças, a fim de evitar a perpetuação deste tipo de violência.

"Caso não tivesse havido essa abordagem na escola, esta criança poderia ainda estar sendo vítima de um crime tão terrível como este, que é o estupro de vulnerável", alerta.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil teve 202.948 casos de violência sexual contra crianças e adolescentes entre 2015 a 2021.

Como denunciar crimes de abuso contra crianças e adolescentes?

Qualquer delegacia de polícia;

Polícia Militar, pelo telefone 190, quando a criança está correndo risco imediato;

Samu, pelo telefone 192, para pedidos de socorro urgentes;

Delegacias especializadas no atendimento de crianças ou de mulheres;

Disque 100, que recebe denúncias de violações de direitos humanos;

Conselho tutelar: todas as cidades possuem conselhos tutelares;

Ministério Público.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 Paraná

Leia mais notícias da região no g1 Campos Gerais e Sul.
Comunicar erro
SPJ JORNAL 2