TV NEWS

Acidentes com pipas afetam mais de 78 mil ligações de rede elĂ©trica no 1° semestre no Alto TietĂȘ

.

Por Redação em 10/07/2024 às 12:52:37
Total de clientes impactados e ocorrências apresentou aumento de 22% em relação ao primeiro semestre de 2023. Segundo a EDP, concessionária de energia elétrica da região, números geram preocupação. Pipa presa na rede elétrica, um dos motivos para interrupções no fornecimento de energia

Reprodução/EPTV

No primeiro semestre deste ano, mais de 78 mil clientes do Alto Tietê, entre residências, comércios, indústrias, hospitais e escolas, sofreram com a falta de energia provocada por ocorrências que envolvem pipas enroscadas na fiação. As informações são da EDP, concessionária de energia que atende a região.

No período, foram registradas 885 ocorrências. Somente em junho, foram 241 casos, com destaque para Itaquaquecetuba, com 81.

? Clique para seguir o canal do g1 Mogi das Cruzes e Suzano no WhatsApp

Na região, a EDP atende oito cidades: Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis e Suzano.

O total de clientes impactados e ocorrências apresentou aumento de 22% em relação ao primeiro semestre de 2023, o que, segundo a EDO, gera preocupação.

Veja os números de ocorrências na região:

2023

877 ocorrências

64.321 clientes impactados

2024

885 ocorrências

78.985 clientes impactados

Durante o período de férias escolares, a EDP, distribuidora de energia do Alto Tietê, reforça o alerta para os riscos de acidentes provocados pela prática de empinar pipas próximo das redes elétricas.

As linhas de pipas – com ou sem cerol ou produtos cortantes - causam desligamentos ao romper os cabos de energia e também podem provocar curtos-circuitos, ao ficarem presas na fiação. O período de férias escolares, segundo a EDP, é quando há maior incidência desse tipo de ocorrência.

Confira abaixo algumas dicas para que a brincadeira possa acontecer com toda a segurança:

Busque espaços abertos como parques e campos, onde não exista o risco de contato com fios de energia. Empine pipas longe de rede elétrica, em locais onde não exista nenhum tipo de cabo de energia, de serviço telefônico ou antenas de celular. Isso evita acidentes e interferências na qualidade desses serviços;

Se a pipa ficar presa nos fios elétricos, não tente retirá-la. Nunca use varas nem suba em postes, muros ou lajes para tirar uma pipa. O choque, nestes casos, pode ser fatal. Somente técnicos da distribuidora são treinados para manusear a rede com toda segurança;

Arremessar objetos na rede elétrica para o resgate da pipa pode causar graves acidentes. O "lança-gato" (pedra presa a uma linha), ou qualquer outro objeto, não deve ser lançado na rede;

Jamais use cerol ou a chamada "linha chilena". Esses produtos são proibidos e podem também provocar acidentes graves e mortes. Ao cortar a camada protetora da fiação, a linha interrompe a transferência de corrente elétrica, podendo provocar curto-circuito;

Não empine pipas perto de estradas e vias de grande circulação de veículos, pois a linha da pipa pode ferir ciclistas e motociclistas, além do risco de atropelamento a quem está praticando a brincadeira.

Vale ressaltar que, em caso de acidentes relacionados ao sistema de energia, a orientação é para nunca se aproximar do local e falar imediatamente com a EDP.

A comunicação pode ser feita pelo aplicativo EDP Online (compatível com tablets e smartphones), pelo WhatsApp, no número (11) 93465-2888 ou pela Central de Atendimento, no 0800 721 0123. Todos os canais de relacionamento são gratuitos e funcionam 24 horas.

Assista a mais notícias sobre o Alto Tietê
Comunicar erro
SPJ JORNAL 2