Governo de SP entrega prolongamento do Anel Viário em Campinas e prevê liberar novo trecho neste sábado

Por Redação em 28/01/2022 às 13:24:38

Trecho de 3,8 km liga a Rodovia dos Bandeirantes e a Miguel Melhado Campos. Primeiro prazo para a conclusão da obra era dezembro de 2019. Em Campinas, vice-governador acompanha vacinação infantil e anuncia investimentos

O governo de São Paulo entregou, na manhã desta sexta-feira (28), a obra de prolongamento do Anel Viário Magalhães Teixeira (SP-083), em Campinas (SP). O trecho duplicado, de 3,8 km entre a Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) e a Rodovia Miguel Melhado Campos (SP-324), será liberado para o tráfego de veículos às 7h deste sábado.

A confirmação da entrega do trecho e da liberação para o fluxo de veículos foi dada pelo vice-governador de SP, Rodrigo Garcia (PSDB), que visitou a metrópole nesta sexta-feira. De acordo com o estado, o prolongamento, que tem seis novos viadutos e previsão de 17 mil carros por dia, vai facilitar o acesso ao Aeroporto Internacional de Viracopos.

"É muito importante a entrega do prolongamento do Anel Viário Magalhães Teixeira. É uma obra fundamental para a logística de Campinas e toda a Região Metropolitana", disse o vice-governador. A ampliação recebeu investimento de R$ 100 milhões por parte da Rota das Bandeiras, concessionária que administra o trecho.

Placa mostra data de término original da segunda etapa do prolongamento do Anel Viário Magalhães Teixeira, em Campinas

Reprodução/Google Street View

Atrasos e histórico

A obra de prolongamento do Anel Viário tinha prazo de conclusão para dezembro de 2019. No entanto, a falta da liberação da Licença Ambiental de Instalação (LI), que é reponsabilidade da Companhia Ambiental do Estado (Cetesb), atrasou a entrega.

Outro entrave foi o imbróglio com um pátio de veículos que ficava em um terreno dentro do projeto do prolongamento. Após uma decisão judicial, os 899 carros guardados no local foram retirados, mas apenas em 2019.

O trecho final do prolongamento começou a ser construído em dezembro de 2017. A autorização da prefeitura para começo da obra foi expedida em fevereiro daquele ano, mas os trabalhos só começaram 11 meses depois.

Primeira etapa entregue em 2015

A conexão Bandeirantes - Miguel Melhado Campos é a segunda etapa do prolongamento. A primeira foi entregue em dezembro de 2015 e teve 5,8 km de extensão entre as rodovias Anhanguera (SP-330) e Bandeirantes.

Só com a entrega da primeira etapa, o tempo de ligação das rodovias Dom Pedro I (SP-065), Anhanguera, Bandeirantes e Aeroporto de Viracopos reduziu em 20 minutos ao longo do dia e até 50 minutos nos horários de pico, segundo a equipe de engenharia da Rota das Bandeiras informou à época.

Educação e Bolsa do Povo

A agenda de Garcia em Campinas começou com o acompanhamento da vacinação de crianças contra Covid-19 em um centro de saúde da cidade. Depois, ele visitou uma escola estadual, onde anunciou investimento em obras de construção e ampliação de creches e unidades de ensino e entregou cartões do programa Bolsa do Povo para alunos da região.

A iniciativa consiste em pagamento de R$ 1 mil por ano letivo para até 300 mil estudantes da rede estadual inscritos no CadÚnico, nas linhas de pobreza e de extrema pobreza. Na região, foram entregues 48 cartões em Campinas, 107 em Cosmópolis (SP) e 87 em Artur Nogueira (SP), onde também será inaugurada uma unidade do Poupa Tempo nesta sexta.

VÍDEOS: saiba tudo sobre Campinas e Região

Veja mais notícias da região no g1 Campinas
Comunicar erro

ComentĂĄrios