Outeiro de Santa Catarina e Casa do Trem Bélico são restaurados em Santos

Por Redação em 28/01/2022 às 17:10:37

Entrega das obras de restauro dos prédios históricos do município ocorreu na manhã desta sexta-feira (28), com a presença da vice-prefeita Renata Bravo. Outeiro de Santa Catarina, em Santos, foi restaurado e ganhou acessibilidade

Isabela Carrari/Prefeitura de Santos

A Prefeitura de Santos, no litoral de São Paulo, entregou a restauração de dois prédios históricos do município, na manhã desta sexta-feira (28) - o Outeiro de Santa Catarina e a Casa do Trem Bélico. A ação faz parte da programação do aniversário de 476 anos da cidade, comemorado na última quarta-feira (26).

A vice-prefeita Renata Bravo (PSDB) participou das cerimônias. Às 10h, foi realizada a entrega do restauro do Outeiro de Santa Catarina, localizado na Rua Visconde do Rio Branco, 48, no Centro. Na sequência, às 10h30, foi entregue a restauração da Casa do Trem Bélico, na Rua Tiro Onze, 11, também no Centro.

Outeiro restaurado

O Outeiro de Santa Catarina é um patrimônio histórico que marca o início do povoamento da Vila de Santos, e é destaque do roteiro turístico pelo Centro Histórico e da Linha Turística do Bonde. A obra contemplou a recuperação de todas as fachadas e ornamentos, itens de segurança, acessibilidade e outras melhorias. O local, segundo a prefeitura, abrigará novamente a sede da Fundação Arquivo e Memória de Santos (Fams), que gerencia arquivos públicos da administração municipal e a memória documental e iconográfica da cidade.

O projeto de restauro foi assinado pelo arquiteto Ney Caldatto. Os trabalhos, sob fiscalização da Secretaria de Infraestrutura e Edificações (Sied), tiveram custo de R$ 3,2 milhões, custeados pelos Terminais Ageo, por meio de Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigadoras ou Compensatórias (Trimmc).

A restauração envolveu a aplicação de massa e pintura na alvenaria do prédio e recuperação dos ornamentos dos arcos da fachada. O painel artístico passou por limpeza e recuperação, assim como os gradis e guarda-corpos das escadas.

Para garantir a acessibilidade, foi construída uma caixa de circulação externa com elevador e escada, além de uma plataforma entre os dois imóveis para acessar a Casa de João Éboli.

A intervenção incluiu, ainda, iluminação cenotécnica das fachadas; remoção e limpeza de telhas, calhas e rufos; reprodução de elementos decorativos; substituição das tábuas deterioradas do assoalho; pintura geral; limpeza e rejuntamento do painel de azulejo e aplicação de inseticida nas madeiras do piso e estrutura da cobertura.

Casa do Trem Bélico, no Centro Histórico de Santos, SP

Isabela Carrari/Prefeitura de Santos

Casa do Trem Bélico

A Casa do Trem Bélico, no Centro Histórico, foi reinaugurada nesta sexta-feira. Os visitantes já podem apreciar, inclusive, uma exposição em homenagem ao santista José Bonifácio de Andrada e Silva, instalada no saguão do prédio em comemoração à reabertura do equipamento e ao Bicentenário da Independência. A visitação gratuita pode ser feita de terça a domingo, das 11h às 17h.

Pelo papel fundamental na história militar do país, a Casa do Trem Bélico faz parte do projeto turístico Circuito dos Fortes, que abrange a visitação nos fortes existentes na Região Metropolitana da Baixada Santista. O local também é parada da Linha Turística do Bonde, que apresenta aos passageiros os edifícios históricos do Centro da cidade.

A intervenção, a cargo da Siedi, contemplou restauração das fachadas; recomposição de portas e janelas; reforma do telhado e beiral; limpeza e recuperação da rampa, gradis e escada caracol interna.

O vidro da cobertura, que interliga o prédio principal ao anexo, foi trocado; o piso e o teto de madeira, encerados; a iluminação externa e interna, substituída. A obra incluiu, também, a implantação de infraestrutura para sistema de monitoramento por cĂąmeras e remodelação da calçada no entorno.

Com projeto assinado pelo arquiteto Ney Caldatto e serviços executados pela Construtora Tecnibrás, o restauro da Casa do Trem foi realizado com R$ 798 mil, recursos do Governo do Estado, por meio do Dadetur.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias
Comunicar erro

ComentĂĄrios