Centro Cultural da PGE-RJ tem exposição e palestra sobre D. Maria I, rainha de Portugal

Por Redação em 27/05/2022 às 00:01:12

Mostra será no antigo Convento do Carmo (atual centro cultural), na Praça XV, onde a rainha morou. Construção é uma das mais antigas do país. Antigo Convento do Carmo, na Praça XV

Claunir Tavares/PGE

Depois de quatro anos de obras, o antigo Convento do Carmo reabre as portas nesta sexta-feira (27) com uma exposição de arte contemporânea e palestra da historiadora Mary Del Priore. O evento vai desfiar a história da mais ilustre personagem que morou no local: a rainha de Portugal D. Maria I.

Sendo uma das mais antigas construções do país, o espaço foi transformado em Centro Cultural da Procuradoria Geral do Rio de Janeiro (PGE-RJ), que restaurou o prédio na Praça XV, no Centro do Rio.

Antigo Convento do Carmo agora é Centro Cultural da PGE-RJ

Claunir Tavares/PGE

Agora, o local passa a abrigar exposições artísticas e uma mostra permanente relacionada à história do próprio convento.

"A ideia é que, a exemplo dos tempos em que o convento foi construído e viu nascer a cidade à sua volta, agora a gente possa ajudar o movimento para o renascimento do Centro do Rio de Janeiro", afirmou o procurador-geral do Estado, Bruno Dubeux.

Exposição

A mostra "Composição Carioca" é uma exposição coletiva de arte contemporânea em homenagem ao Rio de Janeiro e seus moradores, a partir do olhar de artistas que veem a cidade seus habitantes como motivo para suas criações.

A exposição reúne obras de renomados artistas brasileiros como Adriana Varejão, Beatriz Milhazes e Vik Muniz. E também de jovens talentos, como Agrade Camíz e Tainan Cabral.

"A mostra Composição Carioca fala de constituição e identidade. Reúne a pluralidade de potências da Cidade do Rio de Janeiro, cuja riqueza emerge não apenas das suas belezas naturais, mas também das diferentes personas que nela habitam", destacou Cecília Fortes, curadora do centro cultural.

Palestra

A abertura do Convento do Carmo ao público terá também uma palestra da historiadora Mary Del Priore sobre a rainha de Portugal D. Maria I, que morou no convento de 1808 até sua morte em 1816. A palestra a será às 11 horas, e vai ser mediada pelo jornalista e escritor Edney Silvestre.

O evento vai ser no espaço que serviu de aposento à rainha de Portugal durante o período em que ela esteve no Rio de Janeiro.

D. Maria I

Reprodução

Autora do livro "D. Maria I: As Perdas e as Glórias da Rainha que Entrou para a História como a Louca", Mary Del Priore vai recontar a trajetória da mulher corajosa que foi traída pelo pai, e que sofria uma profunda depressão pela perda do marido e de vários familiares ao longo da vida.

"Ela foi tida como louca porque preencheu um papel que não seria admitido. Rainha, na época, era mulher do rei ou a segunda peça do xadrez. Ela foi uma rainha adorada por seu povo, ao ponto que, quando começou a ficar doente, as pessoas achavam que ela tinha sido envenenada", disse a escritora.

Serviço

Exposição: “Composição Carioca”

Duração: De 27/05 a 13/08, de terça-feira a sábado, das 10h às 18h

Local: Centro Cultural PGE-RJ (antigo Convento do Carmo)

Endereço: Praça XV – Centro
Comunicar erro

Comentários