Veja o que se sabe sobre cena de sexo durante show de Henrique e Juliano em Goiânia

Por Nardel Azuoz em 25/06/2022 às 04:34:48
Defesa da mulher que aparece na gravação disse que cena seria de estupro. Polícia Civil está investigando o caso. Show da dupla Henrique e Juliano em Goiânia, no qual foram gravadas cenas de sexo divulgadas na web

Reprodução/Instagram

Após a divulgação e compartilhamento de um vídeo que mostra cena de sexo gravada durante show da dupla Henrique e Juliano, em Goiânia, a mulher que aparece na gravação registrou o caso na Polícia Civil. A cabeleireira Géssica Gomes, de 31 anos, denunciou que não se lembra do que aconteceu e, segundo a defesa dela, a cena seria de um estupro.

A mulher contou que teve a vida completamente alterada pelo episódio, disse que teve o telefone, local de trabalho e fotos dela todos compartilhados junto com a gravação.

Confira o que se sabe sobre o caso:

Quando e onde aconteceu?

Como o caso veio à tona?

Quem aparece na imagem?

O que a mulher que aparece no vídeo diz?

O caso é investigado?

Vídeo foi despublicado?

Quando e onde aconteceu?

A situação aconteceu durante show da dupla Henrique e Juliano, realizado no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, na noite do dia 5 de junho – um domingo.

Como o caso veio à tona?

As imagens começaram a ser compartilhadas por meio de redes sociais e aplicativos de mensagens gerando comentários diversos sobre a situação e críticas.

Entre as reações estava a de revolta de uma internauta, que diz que não faz a "mínima ideia do que é ser exposta desse jeito" e muito menos o que a mulher deve estar passando no momento.

"Ninguém pensa na vida da mulher antes de publicar um inferno de um vídeo desse", escreveu a internauta.

Internauta se revolta com vídeo de sexo durante show da dupla Henrique e Juliano postado na internet

Reprodução/Twitter

Quem aparece na imagem?

A cabeleireira Géssica Gomes recebeu o vídeo na segunda à noite, um dia após o show, e se reconheceu na imagem.

A mulher contou que começou a receber muitas mensagens por meio de aplicativos e redes sociais de pessoas comentando o vídeo, xingando-a e até tentando alertá-la sobre a gravação que estava circulando na web.

O que a mulher que aparece no vídeo diz?

Após a exposição, Géssica denunciou a situação à Polícia Civil e procurou a imprensa para falar sobre o caso. Ela contou que se lembra de ir ao show, mas não tem memória de nada do que viu no vídeo.

A cabeleireira disse que ficou extremamente abalada com a situação em que foi colocada. Segundo ela, o vídeo foi divulgado junto com fotos, os perfis dela nas redes sociais, endereço e telefone.

"Eu lembro de estar bebendo cerveja, depois de uma luz no meu rosto e de falar 'apaga a luz', mas não tinha noção do que estava acontecendo, muito menos de que tinha alguém filmando. […] Minha vida não é mais a mesma depois dessa exposição toda. Eu quero expor a minha versão", desabafou.

Géssica e o marido que estavam em show do Henrique e Juliano; cabeleireira denunciou estupro e teve crime filmado e divulgado na web

Reprodução/Arquivo pessoal

Também de acordo com ela, a versão que estava sendo divulgada junto às imagens era de que ela e o marido teriam negociado para que ela fizesse sexo em troca de uísque, o que ela nega.

"Eu jamais faria uma coisa dessas, nem uísque eu bebo. Meu marido também nunca deixaria isso acontecer", contou.

Géssica relatou ainda que o esposo também não tem memória de nada do que aconteceu, apesar de estar ao lado dela.

O caso é investigado?

No dia 21 de junho, questionada pelo g1, a Polícia Civil divulgou uma nota informando que: “a vítima foi regularmente atendida e registrou ocorrência dias depois do fato” - no dia 13 de junho, em Aparecida de Goiânia.

"Depois, a vítima compareceu na Deam de Goiânia, acompanhada de advogado, onde foi instaurado inquérito para apurar o crime de divulgação de cena de estupro ou de cena de estupro de vulnerável, de cena de sexo ou de pornografia. O procedimento está em curso", conclui o comunicado.

Géssica e o marido foram à Deam da capital no dia 22 de junho e prestaram depoimento durante três horas sobre o caso.

Procurada novamente pela reportagem na data deste depoimento, a corporação informou que “os fatos estão sendo investigados" e que, "como se trata de crime contra a dignidade sexual, o inquérito corre em sigilo", por isso nenhuma outra informação poderia ser divulgada.

Vídeo foi despublicado?

Na sexta-feira (24), a juíza Viviane Atallah, de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, determinou que sites retirem do ar o vídeo, segundo o advogado que representa a cabeleireira, Gustavo Neves.

A magistrada entendeu que "a disponibilidade desses vídeos indubitavelmente traz dano à honra subjetiva e objetiva, imagem e dignidade" de Géssica. Por isso determinou que os sites réus "excluam todas as publicações" até 24 horas após serem intimados da decisão.

A juíza estipulou uma multa diária de R$ 100 a serem pagos à vítima, caso a ordem não seja cumprida.

Veja outras notícias da região no g1 Goiás.

VÍDEOS: saiba o que acontece em Goiás
Comunicar erro

Comentários