Blue Origin completa seu 6º voo espacial tripulado

Por Nardel Azuoz em 04/08/2022 às 16:56:07
Empresa de Jeff Bezos, fundador da Amazon, levou mais seis turistas ao espaço em voo suborbital de 10 minutos. Blue Origin realiza 6ª viagem espacial tripulada

A Blue Origin, empresa de foguetes de Jeff Bezos, concluiu mais uma viagem nesta quinta-feira (4). Em um voo suborbital, a missão NS-22 levou seis pessoas ao espaço, incluindo a primeira egípcia e o primeiro português a alcançarem este feito.

Esta é a sexta viagem de turismo espacial da Blue Origin em pouco mais de um ano. A primeira foi no final de julho de 2021 com o próprio Jeff Bezos a bordo. Em julho deste ano, o brasileiro Victor Hespanha participou de uma missão da empresa e se tornou o segundo brasileiro a ir ao espaço.

Compartilhe essa notícia no WhatsApp

Compartilhe essa notícia no Telegram

O voo espacial teve 10 minutos de duração e foi realizado no foguete New Shepard, o mesmo modelo usado em outras missões da companhia. O preço que os turistas pagaram para participar da viagem não foi revelado.

A decolagem foi feita em uma base no oeste do Texas. A cápsula, impulsionada pelo lançador, atingiu uma altitude de mais de 100 quilômetros antes de descer de paraquedas e pousar no deserto.

Entenda a diferença de voo orbital e suborbital

Veja 10 vídeos que resumem 1 ano de turismo espacial

Missão NS-22 da Blue Origin levou mais seis turistas ao espaço

Divulgação/Blue Origin

Os passageiros puderam experimentar a gravidade zero, que os levantou de seus assentos por alguns momentos, e ver a curvatura da Terra através de grandes janelas. "Estou flutuando", disse um passageiro a bordo.

O programa "Space for Humanity", que visa dar acesso ao espaço a pessoas que não são astronautas, patrocinou Sara Sabry, engenheira egípcia e fundadora de uma associação para promover a pesquisa espacial.

Mario Ferreira, empresário português que participou no Rally Dakar, também subiu a bordo do New Shepard.

Ao completar este voo, a britânica-americana Vanessa O'Brien se tornou a primeira mulher a atingir um recorde do Guinness por condições extremas em terra (ela escalou o Monte Everest), na água (ela desceu ao ponto mais profundo do oceano, a Depressão Challenger) e no ar, cruzando a fronteira com o espaço.

A equipe foi completada pelo cofundador de um famoso canal do YouTube, Coby Cotton, o empresário Steve Young e Clint Kelly III, que trabalhou para uma agência do Pentágono onde dirigiu um projeto para desenvolver carros autônomos.

O principal concorrente da Blue Origin neste tipo de voo suborbital é a Virgin Galactic. Mas, com o objetivo de fazer algumas modificações, sua nave está em solo desde julho de 2021, depois que o fundador da empresa, Richard Branson, viajou ao espaço.

Quais foram os outros voos da Blue Origin?

A missão com o brasileiro marca a 21ª viagem espacial da Blue Origin , mas apenas a quinta a ter passageiros. Em julho de 2021, Jeff Bezos participou da primeira missão tripulada com outras três pessoas.

Jeff Bezos no espaço: Veja os melhores momentos do voo e entenda o caso

Em outubro do mesmo ano, foi a vez do ator William Shatner, que interpretou Capitão Kirk da série "Jornada nas estrelas" ("Star trek") finalmente conhecer o espaço. Ele também viajou com mais três passageiros.

Veja os melhores momentos da viagem de William Shatner, o 'Capitão Kirk', ao espaço

Em dezembro de 2021, a Blue Origin fez um terceiro voo tripulado, desta vez com seis pessoas. Entre elas, estava Laura Shepard, filha de Alan Shepard, que 60 anos antes se tornou o primeiro americano a ir ao espaço.

A quarta missão tripulada aconteceu em março de 2022, quando outras seis pessoas foram ao espaço.

O brasileiro Victor Hespanha participou da quinta viagem espacial da Blue Origin com passageiros. Ele foi sorteado após comprar um NFT (token não fungível) e participou com outras cinco pessoas do voo realizado em julho de 2022.

Brasileiro vai ao espaço em nave de Bezos depois de ganhar sorteio

Entenda a diferença entre voo orbital e voo suborbital

G1

Turismo espacial: diferenças entre as naves da SpaceX, Blue Origin e Virgin Galactic

Arte g1
Comunicar erro

Comentários