Seleção fica completa para Eliminatórias com chegadas de Neymar e Marquinhos

Por Redação em 31/08/2021 às 11:58:39

A seleção brasileira está completa para se preparar para a rodada tripla das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022, no Catar. Na manhã desta terça-feira, 31, os dois últimos jogadores a se apresentar ao técnico Tite foram o atacante Neymar e o zagueiro Marquinhos, ambos do Paris Saint-Germain. Viajando junto da capital francesa à São Paulo, a dupla se integrou ao grupo brasileiro no hotel onda está concentrada a delegação, em Guarulhos. Ambos foram submetidos a testes PCR para detecção de Covid-19 logo na chegada, conforme mostrou a TV da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Ainda nesta terça-feira, Tite vai comandar a segunda atividade da seleção em preparação para as três rodadas seguidas das Eliminatórias, mais uma vez no CT Dr. Joaquim Grava, do Corinthians. Desta vez, com o grupo completo, o treinador já deve começar a esboçar a equipe titular que enfrentará o Chile, na quinta, 2, em Santiago. Com as chegadas de Neymar e Marquinhos, o grupo da seleção chegou a 24 jogadores. Inicialmente, Tite chamou 25 atletas e, depois, mais nove por causa da decisão dos clubes da Inglaterra e da Espanha em não liberar jogadores para países que estão na chamada “lista vermelha” do Reino Unido, caso do Brasil. Os times destes dois países alegaram que vão sofrer desfalques destes atletas em seus retornos à Europa porque vão precisar entrar em quarentena de 10 dias.

A Inglaterra manteve a decisão e não liberou jogadores. Assim, Tite ficou sem os goleiros Alisson e Ederson, o zagueiro Thiago Silva, os volantes Fabinho e Fred, e os atacantes Gabriel Jesus, Richarlison, Roberto Firmino e Raphinha. Já os clubes da Espanha liberaram os atletas convocados para as Eliminatórias. Presente na lista extra de Tite, o meia Matheus Nunes não se apresentou. Oficialmente, a CBF alegou se tratar de restrição de Portugal, onde o jogador atua, com a camisa do Sporting. Mas o jogador também pode ter desistido por considerar a possibilidade de defender a seleção portuguesa no futuro. Ele tem dupla cidadania e, se vestir a camisa da seleção principal do Brasil, não poderá futuramente fazer o mesmo pelo time europeu. O Brasil enfrenta uma incomum rodada tripla das Eliminatórias a partir desta quinta por causa do adiamento de uma das partidas, em razão da pandemia de covid-19. O jogo atrasado, válido pela 6ª rodada, será contra a Argentina, no domingo, na Neo Química Arena, em São Paulo. O último confronto desta série está marcado para o dia 9, contra o Peru, na Arena Pernambuco, pela 10ª rodada.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comunicar erro
ABERTURA DE EMPRESA 2 928 X 90

Comentários

PUBLICIDADE