Covid: Paraguai registra 1º morte pela variante delta; transmissão comunitária é confirmada em região de fronteira com Foz do Iguaçu

Por Redação em 02/09/2021 às 13:06:47
Segundo o Ministério da Saúde do Paraguai, vítima de 40 anos morreu em hospital de Cidade do Leste, município ligado ao Brasil pela Ponte da Amizade. Foz do Iguaçu aguarda resultado da Fiocruz de 70 exames de casos suspeitos da variante delta. Transmissão comunitária foi registrada no estado de Alto Paraná, a qual Cidade do Leste é a capital

RPC/Reprodução

O Paraguai registrou a primeira morte pela variante delta da Covid-19, segundo o Ministério da Saúde do país. A vítima de 40 anos morreu em um hospital de Cidade do Leste, município ligado ao Brasil, por Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, pela Ponte Internacional da Amizade.

Conforme o Ministério da Saúde do Paraguai, o país conta com 83 casos confirmados da variante delta. Desse total, 49 foram registrados em agosto, o que indica o avanço da variante, que é conhecida por ser mais transmissível, porém não necessariamente mais fatal.

Paraguai aumenta controle migratório para evitar avanço da variante delta

Covid: Secretaria confirma transmissão comunitária da variante delta no Paraná

A primeira morte do país ocorreu no estado de Alto Paraná, que pertence à 10ª Região Sanitária e que tem Cidade do Leste como capital.

Procurada pelo G1, a equipe da 10ª Região Sanitária afirmou, nesta quinta-feira (2), que o estado conta com a transmissão comunitária da variante delta, o que coloca em alerta as autoridades da região de fronteira.

Vítima da variante delta buscou o primeiro atendimento no Hospital Regional de Cidade do Leste

RPC/Reprodução

Impacto sanitário na fronteira

Com essa confirmação, a secretária de Saúde de Foz do Iguaçu, Rosa Jeronymo, disse que o município tem se preparado estrategicamente para a variante delta com a ampliação da vacinação contra a Covid-19.

Segundo a secretária, até esta quinta, Foz do Iguaçu não tem registro de nenhum caso da variante delta.

Entretanto, o município já encaminhou 70 amostras de casos suspeitos ao Laboratório Central do Estado do Paraná (Lecen) e aguarda resultado. O material será analisado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A transmissão comunitária da variante delta do novo coronavírus no Paraná foi confirmada em 28 de julho, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Até quarta, o estado contabilizou 95 casos confirmados e 24 óbitos pela variante delta.

CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias

ACOMPANHE: Média móvel de mortes e casos no estado

VACINAÇÃO NO PARANÁ: Veja perguntas e respostas

Variante delta em Alto Paraná, no Paraguay

Os casos confirmados da variante em Alto Paraná, no Paraguai, foram registrados nos municípios de Cidade do Leste e Hernandarias, segundo o órgão paraguaio.

A regional informou que a vítima da variante delta havia sido atendida no pavilhão respiratório do Hospital Regional de Cidade do Leste e, na sequência, foi transferido para o Hospital Integrado Respiratório, também no município.

Entretanto, ela estava com um quadro de saúde delicado e morreu em 16 de agosto.

Os outros seis casos confirmados com a variante no estado apresentaram quadros leves da doença. Detalhes sobre a idade dos pacientes não foram divulgados.

Conforme a regional, os moradores do estado devem manter a utilização da máscara, respeitar o distanciamento social, lavar as mãos com frequência e buscar pelas duas doses da vacina contra a Covid-19.

Veja 5 pontos sobre a variante delta

Pandemia no Paraguai

De acordo com o Ministério de Saúde do Paraguai, até quarta-feira (1º), o país registrou 458.614 casos confirmados do novo coronavírus e 15.785 mortes pela Covid-19.

O Paraguai conta com 5.412 casos ativos. Desse total, 432 pessoas infectadas são do departamento de Alto Paraná, que também registra 1.613 mortes pela doença.

O Ministério da Saúde do Paraguai informou que, até terça-feira (30), foram aplicadas 2.247.795 vacinadas contra a Covid-19.

VÍDEOS: Mais assistidos do G1 PR

Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.

Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.
Comunicar erro

Comentários

PUBLICIDADE