"A pessoa que mais sofre com isso sou eu", diz homem que matou esposa e enteado na RMC

Por Redação em 04/09/2021 às 14:22:14

O advogado que representa a família de Ivanilda, Igor José Ogar, agradeceu a Guarda Municipal pela prisão. “Esse surto que o assassino alega, não existiu. Pois se trata de um surto seletivo, conveniente, pois a si próprio só “pensou” em tirar a própria vida. Sua filha biológica não a matou, embora tenha cometido o crime de abandono de incapaz, deixando a própria filha trancada em casa, onde viveu cenas de um filme de terror, assistindo o irmão e a Mãe, mortos, por mais de 12 horas. Ele não pensa para derramar o sangue alheio. O surto só se faz presente se for para fazer mal a outros. Por qual razão não se entregou? Estava “pensando” em se entregar? Ele sabia muito bem o que fazia, tanto que fugiu. Iria se apresentar quando? Surto psicótico eterno? Esperamos que ela vá a júri, e a sociedade de Piraquara dê uma resposta severa a altura do crime praticado. Alguém precisa deter esse marginal”, disse.

Tags:   Segurança
Comunicar erro
ABERTURA DE EMPRESA 2 928 X 90

Comentários

PUBLICIDADE