Baixada Santista registra 132 novos casos e duas mortes por Covid-19 em 24h

Por Redação em 02/10/2021 às 20:49:29

Região soma 171.247 casos confirmados e 7.078 mortes causadas pela doença desde o início da pandemia. Baixada Santista registra 132 novos casos e duas mortes por Covid-19 em 24h

Divulgação

A Baixada Santista, no litoral de São Paulo, confirmou 132 novos casos de Covid-19 neste sábado (2). De acordo com os boletins epidemiológicos divulgados pelas prefeituras, ainda foram registradas duas mortes causadas pela doença no período de 24 horas.

Ao todo, a região soma 171.247 casos confirmados e 7.078 mortes causadas pela doença desde o início da pandemia. Ainda há 4.305 casos suspeitos e 120 mortes em investigação. O número de internações, segundo os boletins das prefeituras, é de 92, entretanto, o total real pode ser maior, já que algumas cidades informam apenas os pacientes internados em UTI ou leitos do SUS (veja tabela abaixo).

Mortes e casos de Covid nas cidades da Baixada Santista

Santos é a cidade com o maior número de internações, porém, registrou queda neste sábado, passando de 88 para 83 pessoas hospitalizadas. Destas, 45 são de Santos. A taxa geral de ocupação dos 412 leitos de Covid-19 disponíveis está em 20%. Entre os 215 leitos de UTI, a ocupação é de 20%. Na rede SUS, a taxa é de 22%, e na rede privada, 17%.

Praia Grande foi a única cidade da região que registrou mortes causadas pela doença nas últimas 24 horas, contabilizando dois óbitos. As prefeituras de Bertioga, Guarujá, Itanhaém e Peruíbe, porém, não divulgaram o boletim neste sábado. Cubatão registou um aumento no número de internados, passando de dois para nove. A Baixada Santista soma 147.526 pessoas que se recuperaram da Covid-19.

Confira os casos na Baixada Santista

* O número de internados em Cubatão é referente apenas a pacientes de UTI, e o de Guarujá é referente a internações do SUS, dados repassados pelas prefeituras. Além disso, todos os dados de Bertioga, Guarujá, Itanhaém e Peruíbe são referentes ao último balanço divulgado, nesta sexta-feira (1).

VÍDEOS: As notícias mais vistas do g1
Comunicar erro

Comentários