Petrobras questiona governo sobre existência de estudos para privatização

Por Redação em 25/10/2021 às 22:46:21

Indagação veio após notícias de que há estudos no governo para um projeto de lei sobre a venda de ações e perda da maioria do controle acionário da estatal. Sede da Petrobras, localizada na Avenida Chile, no Centro do Rio de Janeiro, passará pela sua primeira reforma completa desde que foi inaugurado, no começo dos anos 1970

André Motta de Souza / Agência Petrobras

A Petrobras informou nesta segunda-feira (25) que questionou o governo, por meio do Ministério da Economia, sobre a existência ou não de estudos para privatização da companhia, conforme fato relevante.

A indagação veio após notícias de que há estudos no governo para um projeto de lei sobre a venda de ações da estatal e perda da maioria do controle acionário da Petrobras.

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), confirmou à Reuters que há estudos sobre o tema. "Não tem decisão tomada. Existem estudos a respeito", disse ele. "Primeiro precisamos avançar com os correios."

Um pouco depois, Bezerra ressaltou mais uma vez que "vamos primeiro avançar com os correios", para completar: "e depois avaliar a possibilidade de se construir uma proposta para a Petrobras com conceitos próprios".

Em evento no fim da tarde no Palácio do Planalto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, fez acenos à privatização da Petrobras ao sugerir "pensar ousadamente" sobre a empresa, e destacou que a mera menção a esta possibilidade pelo presidente Jair Bolsonaro foi o suficiente para fazer as ações da petroleira dispararem.

Em entrevista a uma rádio, pela manhã, Bolsonaro confirmou que a privatização da Petrobras "entrou no radar" do governo, mas disse que não se trata de um processo imediato.

"Isso entrou no nosso radar. Mas privatizar qualquer empresa não é como alguns pensam, que é pegar a empresa botar na prateleira e amanhã quem der mais leva embora. É uma complicação enorme. Ainda mais quando se fala em combustível. Se você tirar do monopólio do Estado, que existe, e botar no monopólio de uma pessoa particular, fica a mesma coisa ou talvez até pior", disse Bolsonaro à rádio Caçula, de Três Lagoas (MS).

As ações preferenciais da Petrobras fecharam com valorização de 6,8%, enquanto as ordinárias avançaram 6,1%. O Ibovespa encerrou em alta de 2,28%.
Comunicar erro

Comentários