Prefeito afastado de Mauá deve reassumir cargo nesta segunda, 3 dias após deixar prisão

Prefeito afastado de Mauá, Átila Jacomussi (PSB) – Foto: Reprodução/TV Globo

 

Átila Jacomussi (PSB) foi solto na última sexta-feira (15) por decisão do ministro do Supremo Gilmar Mendes.

 

 

O prefeito afastado de Mauá, Átila Jacomussi (PSB), deve reassumir o cargo no município do ABC Paulista nesta segunda-feira (18). Desde dezembro, quando ele foi preso, a Prefeitura era comandada pela vice dele, Alaíde Damo (PMDB).

 

Jacomussi foi colocado em liberdade às 18h10 da última sexta-feira (18), segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinar a soltura dele. Foi a segunda vez que o ministro tomou uma decisão dessas em favor de Jacomussi.

 

O prefeito foi preso por suspeitas de desvios em licitações de merenda escolar, investigadas na operação Trato Feito, na Polícia Federal. A investigação, que também cumpriu mandados de busca e apreensão no gabinete de 22 dos 23 vereadores do município, indicou que nove empresas, de diferentes ramos, pagavam propina mensal para o prefeito.

 

A defesa de Jacomussi diz que ele é inocente.

 

O prefeito afastado de Mauá também enfrenta um processo de impeachment na Câmara Municipal da cidade. Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: