Prisão preventiva em centro militar para vice do Parlamento venezuelano

Juan Guaido (D) e Edgar Zambrano – Foto: AFP/Arquivos

 

O vice-presidente do Parlamento venezuelano, o opositor Edgar Zambrano, foi enviado para prisão preventiva por sua participação na insurreição militar fracassada, informou o Supremo Tribunal de Justiça.

O opositor ficará detido em uma prisão militar.

Um tribunal competente em casos de terrorismo “emitiu uma medida de privação de liberdade ao cidadão Edgar Zambrano pela flagrante comissão dos delitos de traição, conspiração e rebelião civil”, afirma um comunicado do TSJ. Fonte: AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: