Temporal deixa mortos e causa mais de 600 pontos de alagamento em SP

Desabamento atingiu seis pessoas e matou duas em Ribeirão Pires. Transporte público têm problemas e CET suspendeu o rodízio de veículos

 

 

O temporal que atingiu a cidade de São Paulo e a região metropolitana durante a noite de domingo (10) e a madrugada desta segunda-feira (11) deixou mortos e provocou um rastro de destruição.

 

Houve desabamentos e desmoronamentos de casas, diversas quedas de árvores e centenas de pontos de enchente na capital e na região metropolitana.

 

Entre a meia-noite e às 6h30, o Corpo de Bombeiros registrou 601 chamados para enchetes e alagamentos, 54 para desmoronamentos e desabamentos e 34 para quedas de árvores.

 

Em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo, um desabamento de residência provocou duas mortes — outras duas pessoas ficaram feridas.

 

Em Embu Mirim, o desabamento de uma casa deixou quatro pessoas feridas na madrugada desta segunda.

 

Outras três pessoas — mãe e duas crianças — também foram vítimas de um desabamento no bairro São Rafael, na zona sul de São Paulo e perto da divisa com Mauá. Uma das crianças foi socorrida e está estado grave. Todas as vítimas foram encaminhadas ao pronto-socorro de Sapopemba.

 

Os alagamentos também causaram estragos. Na região do Sacomã, um ônibus biarticulado, com passageiros dentro, ficou preso na enchente por mais de 8 horas. Em entrevista à Record TV, uma passageira afirmou que um idoso chegou a passar mal dentro do veículo.

 

Desabamento em Ribeirão Pires matou duas pessoas nesta segunda-feira

Desabamento em Ribeirão Pires matou duas pessoas nesta segunda-feira – Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Transportes

 

Quem depende do transporte público para se locomover na capital paulista também enfrenta dificuldades. Na CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), a Linha 10-Turquesa está paralisada desde a madrugada e não tem previsão de volta. As demais linhas de trem funcionam normalmente, de acordo com a CPTM.

 

No Metrô de São Paulo, a circulação dos trens é normal.

 

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou que o rodízio de veículos está suspenso

 

O aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, tinha 32 voos atrasados e 10 cancelados — dos 42 programados até às 8h — no início da manhã desta segunda-feira.

 

A cidade de São Paulo amanheceu embaixo d'água após o temporal da noite deste domingo (10). Pelo menos duas pessoas morreram em Ribeirão Pires após o desabamento de uma casa, decorrente da forte chuva*Estagiária do R7 sob supervisão de Raphael Hakime

Foto: Bruno Rocha

 

A cidade de São Paulo amanheceu embaixo d’água após o temporal da noite deste domingo (10). Pelo menos duas pessoas morreram em Ribeirão Pires após o desabamento de uma casa, decorrente da forte chuva.

 

Os acessos à capital paulista e a região do ABC foram bloqueados por conta do temporal. Os bombeiros informaram que durante todo este domingo houve 121 acionamentos para quedas de árvores, 302, para enchentes e 23 para desabamentos ou deslizamentos, em ações concentradas no ABC e na capital

Foto: Anderson Gores

 

Os acessos à capital paulista e a região do ABC foram bloqueados por conta do temporal. Os bombeiros informaram que durante todo este domingo houve 121 acionamentos para quedas de árvores, 302, para enchentes e 23 para desabamentos ou deslizamentos, em ações concentradas no ABC e na capital.

 

O tráfego na região da Barra Funda, na zona oeste da cidade de São Paulo, foi também foi bloqueado pelo alagamento

 

Foto: Raphael Hakime

 

O tráfego na região da Barra Funda, na zona oeste da cidade de São Paulo, foi também foi bloqueado pelo alagamento.

 

A estação Tamanduateí, da linha 10-Turquesa, ficou totalmente alagada. A chuva invadiu a estação e a linha foi paralisada. O estudante André Camillo relatou ao R7 que às 22h30 deste domingo, horário que ele chegou na estação, o local já havia sido tomado pela chuva. 'Passei a madrugada em Tamanduateí, peguei o primeiro metrô 4:40 para o Sacomã, na linha verde, e to tentando pegar o ônibus desde então'

Foto: Bruno Rocha

 

A estação Tamanduateí, da linha 10-Turquesa, ficou totalmente alagada. A chuva invadiu a estação e a linha foi paralisada. O estudante André Camillo relatou ao R7 que às 22h30 deste domingo, horário que ele chegou na estação, o local já havia sido tomado pela chuva. ‘Passei a madrugada em Tamanduateí, peguei o primeiro metrô 4:40 para o Sacomã, na linha verde, e to tentando pegar o ônibus desde então’.

 

A CPTM informou que a linha, que liga Rio Grande da Serra à Estação da Luz, passando por todo os ABC, não irá operar por conta dos alagamentos que atingiram a região. Ao todo, 100 ônibus vão operar no trajeto para compensar a paralisação 

Foto: Willian Moreira

 

A CPTM informou que a linha, que liga Rio Grande da Serra à Estação da Luz, passando por todo os ABC, não irá operar por conta dos alagamentos que atingiram a região. Ao todo, 100 ônibus vão operar no trajeto para compensar a paralisação.

 

O helicóptero da Record TV flagrou o momento em que um ônibus, com passageiros dentro, ficou ilhado na região do Sacomã

Foto: Reprodução/Record TV

 

O helicóptero da Record TV flagrou o momento em que um ônibus, com passageiros dentro, ficou ilhado na região do Sacomã.

 

Os bombeiros estão usando botes salva-vidas para levar as pessoas para um lugar seguro. O helicóptero da polícia também está ajudando no resgate. A previsão é de mais chuva na cidade de São Paulo

Foto: Reprodução/Record TV

 

Os bombeiros estão usando botes salva-vidas para levar as pessoas para um lugar seguro. O helicóptero da polícia também está ajudando no resgate. A previsão é de mais chuva na cidade de São Paulo. Fonte: R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: